Após cumprirem a esperada mudança para o novo lar, muitas pessoas encontram dificuldades para montar cada ambiente. É claro que os móveis se tornam protagonistas nesse processo e devem ser escolhidos com cuidado para que deixem os cômodos bonitos e funcionais. Mas será que é possível mobiliar apartamento novo com facilidade?

Vamos mostrar que sim! Portanto, se você também tem dúvidas e quer ter bons resultados, acompanhe o passo a passo nos próximos tópicos!

Tirar as medidas dos ambientes

Deixe de lado as suposições sobre o tamanho dos espaços. Antes de tudo, você precisa conhecer as medidas exatas de cada recinto para encontrar peças que caibam dentro deles. Para isso, providencie uma fita métrica e vá conferindo as distâncias entre as paredes e entre o piso e teto (pé-direito).

Para não ter arrependimentos com o imóvel mobiliado, anote todas as medidas em um papel e guarde. Se possível, faça esboços de planta baixa (como se visse o ambiente de cima) e também das paredes. Sobre os desenhos, anote os pontos de onde saem as portas ou janelas e marque a posição das tomadas e dos interruptores.

Fazer simulações de disposição

Com as informações levantadas, você tem condições de simular a montagem dos ambientes de diversas maneiras. Mesmo que ainda não tenha a mobília, é importante fazer esse exercício para prever a quantidade ideal de peças e definir as dimensões máximas de cada uma.

Uma boa forma de testar possibilidades é desenhar volumes que representem os móveis sobre os esboços que você criou na primeira etapa. Crie disposições variadas, combinando peças e trocando de lugar até encontrar a solução perfeita para mobiliar apartamento novo.

Se achar difícil o processo com desenhos, experimente usar aplicativos que simulam os cômodos preenchidos. O Magicplan é um bom exemplo porque funciona a partir de fotos reais. Basta registrar cada espaço do imóvel e informar as medidas para que a ferramenta transforme as imagens em plantas virtuais.

Começar pelos móveis básicos

Nessa etapa você já terá uma série de representações dos cômodos. Então, avalie cada ambiente e determine quais peças são essenciais — pode categorizá-las por ordem de importância. Essa análise serve para que você compre os móveis mais básicos primeiro, sem correr o risco de estourar o orçamento.

Não adianta, por exemplo, adquirir uma estante incrível para a sala se você ainda não tiver um fogão para preparar a comida, certo? Quem tem apartamento pequeno deve focar em móveis multiuso, afinal, são opções que cumprem diferentes funções e não ocupam muito espaço.

Começar pelo básico garante mais conforto a quem precisa conter gastos e passar um período com o imóvel incompleto. A vantagem é que, com o passar do tempo e um pouquinho de paciência, dá para poupar recursos e obter todos os modelos desejados.

Montar um cômodo por vez

Você não precisa se preocupar com a disposição dos ambientes enquanto estiver adquirindo os móveis aos poucos. Porém, quando conquistar todos os modelos, não hesite em caprichar na composição. Para acelerar o processo e não ter a tentação de procrastinar, monte um cômodo por vez.

Comece pelos ambientes mais utilizados, como os quartos e a cozinha, e finalize o trabalho em áreas externas, como a varanda. Visualizar um espaço completo por vez trará motivação para você continuar a montagem dos próximos recintos, até terminar o processo.

Gostou do passo a passo? Coloque tudo em prática para mobiliar apartamento novo sem dor de cabeça. Como as dicas valem para qualquer tipo de imóvel, independentemente do tamanho, você pode repassá-las a amigos e familiares que estejam precisando de uma ajudinha.

Por falar em imóvel, continue com a gente e veja algumas dicas de como organizar a sua mudança para a casa nova. Boa leitura!